Lançamentos para 2017

No começo dessa semana, o G1 publicou no canal AUTOESPORTE alguns dos lançamentos esperados para 2017, aqui. Se você gosta de motos, independentemente do seu estilo, vai querer ler a matéria. Mas aproveito aqui para destacar algumas máquinas interessantes e que muito provavelmente ficarei de olho. Aliás, muito provavelmente esses lançamentos ocorrerão durante, ou pouco antes, do Salão Duas Rodas. O evento já tem data marcada e acontecerá de 14 à 19 de novembro de 2017.

DUCATI MONSTER 797

Gosto demais das Monsters, sempre gostei! Com a chegada da Monster 821, nervosa, tecnológica e cara, a Ducati ficou sem nenhuma opção para “entrada”. Não acredito que irão conseguir uma incrível melhora nos valores… vamos aguardar. Ela usará mesmo motor da Scrambler 800.

2-01_monster_797

Falei da Monster 796 aqui.

H-D ROADSTER 1200

Já falei dela diversas vezes. Aliás, o modelo já está à venda… recebi até e-mail com valores e taxas. Veja aqui.

17-hd-roadster-2-large

INDIAN DARK HORSE

Literalmente… cavalo preto bravo! É uma Chief (aqui), mas com visual agressivo e “sombrio” (gostei dessa descrição). Isso inclui, banco solo, pintura preta fosca, além do motor V2 de 111 ci. e 15,9 kgfm de torque. Lembra muito a Scout.

indiandarkhorse_3

INDIAN SCOUT

E por falar nela, teremos a primeira reestilização da Scout em 2017. Espero apenas correção, ajustes e novas cores, já que ela é recém chegada ao Brasil. As vendas se iniciaram em outubro de 2015.

Gosta da Indian Scout? Recomendo os posts: aqui e aqui.

ROYAL ENFIELD

Britânica no início (1891) e desde 1990 pertencente à indiana Eicher Motors, a extremamente popular na Índia, Royal Enfield, é considerada a fábrica de motocicletas mais antiga do mundo. Talvez por falta de sorte, mas desde 2015 a Royal Enfield tentar aparecer no Brasil, quando o antigo representante encerrou suas operações comerciais. Agora a marca trará três modelos importados ao Brasil: Classic, Bullet e Continental GT.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja a habilidade do indiano aí no vídeo!

TRIUMPH BOBBER

Falei dela aqui. É uma fantástica bobber, dotada de um câmbio de seis marchas e do famoso motor de 1.200 cm³ com dois cilindros HT, ou seja, High-Torque = “torcudo”. Essa, eu gostaria de ver parada no farol do meu lado!

img111888-1476968624-v580x435

… e sonhemos!

Bruta! Não é a toa que essa aí foi batizada de Diavel, demônio no dialeto bolonhês. Motor Testatretta 11° de 1.198 cm³, gera 162 HP de potência e 13 kgfm de torque, possui refrigeração líquida e um comando de válvulas com nome complicado, desmodrômico, tradicional nos motores Ducati.A moto é um canhão, com muita tecnologia embarcada e um design italiano TOP.

focus_monster-1200-1200s_testastretta-01_634x357_634x357

TOP 5 – Motos que eu teria!

Pegando carona em um dos tópicos que vai e vem lá no fórum H-D, decidi montar meu TOP 5 de motos que eu teria na garagem. E como sonhar não custa nada, vou iniciar minha lista com a mais nova Sporty… sim, a maravilhosa:

H-D SPORTSTER ROADSTER 1200

Nem preciso comentar muito, já que falei alguns detalhes dela aqui e ainda não tenho um review para me basear. Aliás, essa é uma das motos que eu vou fazer um test-ride. No meu sonho, ela é vermelha!

17-hd-roadster-1-large-1
(H-D Roadster 1200)

DUCATI MONSTER 796

Um clássico italiano para quem gosta de moto, afinal é um ícone urbano em linha à 21 anos. O quadro treliçado chama atenção no primeiro momento, depois talvez o tanque robusto, as ponteiras do escape subindo próximas ao banco monoposto e por aí vai; mas nada supera à balança monobraço da Monster 796.

Exatamente, não existe nada tão bonito e elegante quando uma balança de suspensão traseira monobraço. Também é uma característica nas BMW e fácil de entender, já que existe redução de peso e fácil manutenção da roda traseira. Já na Monster 821, a Ducati voltou com a balança tradicional (com dois braços) igual na Monster 696. Por conta disso, mesmo com maior tecnologia embarcada a Monster 821 perdeu seu lugar para a Monster 796.

2014-ducati-monster-796c
(Ducati Monster 796)

 

São 803 cm³ em um motor de dois cilindros em L, tradicional na Ducati, com 87 cv de potência, quase 8,0 kgfm de torque e refrigeração à ar. No meu sonho ela é preta com o quadro vermelho!

H-D SPORTSTER FORTY-EIGHT

14-hd-forty-eight-bs-large-1-1
(H-D XL 1200 Forty-Eight)

Baixa, robusta, musculosa e com muito estilo! Não penso em outros adjetivos para descrever a maravilhosa H-D Forty-Eight. Uma bobber com motor em V de 1.200 cm³ (você já sabe que é o Evolution, aqui), banco solo, comando avançado nos pedais, tanque peanut de 9L (menor que o da Iron, Eva), pneus largos e roda raiada. Sim, roda raiada porque para mim a 48 tem design mais bonito nos modelos até 2015. No meu sonho ela tem pintura hard candy laranja, aquela com flocos de metal que nos remete aos anos 70!

TRIUMPH THRUXTON

Sim, uma autêntica britânica representante do estilo Cafe Racer. Motor de dois cilindros paralelos com 865 cm³, 69 cv de potência e 7,0 kgfm de torque. Nada contra o novo motor de 1.200 cm³, mas para mim a Thruxton é uma customização da clássica Bonneville de 900 cm³. No meu sonho ela é prata!

triumph_thruxton_900__mg_3609

BMW F800R

Sim, já passamos pela robustez americana, pelo design italiano, pela autenticidade britânica, mas acho que ainda está faltando a precisão alemã! A escolhida foi a BMW F800R, uma naked com motor de dois cilindros paralelos, com quatro válvulas cada, comando duplo no cabeçote (DOHC), refrigeração líquida, injeção eletrônica e 798 cm³. São gerados 90 cv de potência e 8,8 kgfm de torque. No meu sonho ela é cinza chumbo!

maxresdefault
(BMW F800R)

Lembrando que estou falando de motocicletas base e em todas elas as customizações serão feitas da mesma maneira que na Eva (escape, filtro de ar, eliminador de rabeta, etc.). E você, gostou? Possui um TOP 5? Deixa aí nos comentários…