JDH 1923

Se eu falar em “moto de corrida” alguns vão logo se lembrar das Cafe Racers, que teoricamente foi o começo de tudo. Eram com elas que jovens britânicos dos anos 50 e 60 tiravam seus rachas ilegais de um café à outro. Já li em algum lugar, que colocava-se uma moeda no Jukebox para tocar uma música e a corrida deveria terminar antes dessa música terminar.

Porém, quem assistiu à minissérie da Discovey Channel, Harley and the Davidsons (aqui), sabe que o início das motocicletas americanas aconteceu juntamente com corridas. O sucesso de vendas das motocicletas era aliado ao desempenho delas nas pistas. Todos queriam a mais rápida, a mais veloz, aquela que resistisse aos mortais velódromos (pistas ovais de velocidade) e às flat track (pistas planas). Sendo assim, os protótipos eram desenvolvidos e testados na pista para depois serem disponibilizados às vendas.

s-l1600-9-640x480
(H-D JDH 1923)

No caso dessa beleza aí de cima não foi diferente. Trata-se de uma JDH de 1923, dotada de um motor V2 de 74 ci., chamado F-Head. Ela tinha condições reais de chegar à 100 mph (160,9 km/h) e autonomia de 85 milhas (136,8 km) com um tanque de combustível. Ela possuía a tecnologia mais avançada dentre as motocicletas vendidas pela H-D, aliás, era o modelo mais caro custando próximo de US$ 310,00. Para ter uma noção, em 1928 um Ford modelo A custava US$ 385,00.

Achou caro? Lembre-se, nessa época um refrigerante custava US$ 0,05 ($5 cents). Pois bem, essa daí foi arrematada por US$ 175.000,00, totalmente original! Inacreditável? Veja aqui então.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s