Geladas – Júpiter IPA

6077-cervejaria-jupiter-98-1398642702

Incrementando minha coleção de garrafas, a estrela de hoje é Júpiter IPA. O resumo dessa cerveja deveria lúpulo, lúpulo e mais lúpulo. Mas brincadeiras à parte, ela é a primeira cerveja do Brasil com a técnica de lupulagem contínua. Lupulagem é o nome dado à adição de lúpulo durante a produção da cerveja e normalmente adicionada em dois momentos: uma hora antes de desligar o fogo e um minuto antes de interromper a fervura. Essas adições possuem funções diferentes, sendo a primeira aquela que dará o amargor típico à cerveja por conta do cozimento das resinas (iso-alfa-ácidos); e a segunda a que trará o aroma por conta dos óleos essenciais (herbal, cítrico, frutado, etc.).

No caso da Júpiter IPA a cada 45 segundos é adicionado lúpulo… e isso durante uma hora. Fazendo uma conta simples, percebemos que foram 80 adições de lúpulo. São 7,5 kg em cada 1.500 L. Depois ainda são adicionados cerca de 5kg de lúpulo na fase de maturação (dry-hopping) usando três técnicas diferentes: adição de lúpulo direto no tanque, filtro de lúpulo e chá de lúpulo (hoptea).

O resultado é uma cerveja dourada com ótimo amargor, aromas cítricos, corpo leve, e teor alcoólico de 6,5%.

292x438e394302f383d09c1def8166d8f5564f4Cerveja: Júpiter IPA

Transparência: Levemente turva

Cor: Dourado

Espuma: Creme branco, de alta formação

Aroma: Cítrico e herbal

Sabor: Cítrico levemente maltado, com alto amargor, corpo leve e ótimo drinkability

Copo: Caldereta

img_1552

Gosta de lúpulo? Então experimente aqui e aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s